Veredas (e-ISSN 2183-816X) é uma revista semestral da Associação Internacional de Lusitanistas. Trata-se de uma publicação científica que tem como objetivo a divulgação de pesquisas sobre a literatura e a cultura dos países de língua portuguesa.

Processo de Avaliação pelos Pares

Todos os textos, sem exceção, serão submetidos à avaliação por pares, mantido o sistema duplo-cego.

Política de Acesso Livre

Este periódico oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Conselho Científico

Andrés Pociña López (Universidade de Extremadura, Espanha)
Anna Maria Kalewska (Universidade de Varsóvia, Polónia)
Antonio Augusto Nery (Universidade Federal do Paraná, Brasil)
Axel Schönberger (Universidade de Bremen, Alemanha)
Benjamin Abdala Junior (Universidade de São Paulo, Brasil)
Carlos Ascenso André (Instituto Politécnico de Macau, Macau)
Carmen Villarino Pardo (Universidade de Santiago de Compostela, Galiza)
Clara Rowland (Universidade de Lisboa, Portugal)
Cláudia Pazos-Alonso (Universidade de Oxford, Reino Unido)
Cristina Robalo Cordeiro (Universidade de Coimbra, Portugal)
Elias J. Feijó Torres (Universidade de Santiago de Compostela, Galiza)
Ettore Finazzi-Agrò (Universidade de Roma «La Sapienza», Itália)
Helder Macedo (King's College London, Reino Unido)
Helena Rebelo (Universidade da Madeira, Portugal)
Isabel Pires de Lima (Universidade do Porto, Portugal)
Juracy Assman Saraiva (Universidade Feevale, Brasil)
Laura Cavalcante Padilha (Universidade Federal Fluminense, Brasil)
Manuel Brito-Semedo (Universidade de Cabo Verde, Cabo Verde)
Manuel Ferro (Universidade de Coimbra, Portugal)
Maria Luísa Malato Borralho (Universidade do Porto, Portugal)
Natalia Czopek (Universidade Jaguelónica de Cracóvia, Polónia)
Onésimo Teotónio de Almeida (Universidade de Brown, Estados Unidos)
Pál Ferenc (Universidade ELTE, Hungria)
Petar Petrov (Universidade do Algarve, Portugal)
Raquel Bello Vázquez (Centro Universitário Ritter dos Reis, Brasil)
Regina Zilberman (Universidade Federal de Rio Grande do Sul, Brasil)
Roberto Samartim (Universidade da Corunha, Galiza)
Roberto Vecchi (Universidade de Bolonha, Itália)
Roger Friedlein (RuhrUniversität Bochum, Alemanha)
Sebastião Tavares Pinho (Universidade de Coimbra, Portugal)
Sérgio Nazar David (Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Brasil)
Teresa Cristina Cerdeira da Silva (Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil)
Thomas Earle (Universidade de Oxford, Reino Unido)
Ulisses Infante (Universidade Estadual Paulista, Brasil)
Vera Lucia de Oliveira (Università degli Studi di Perugia, Itália)
Vincenzo Russo (Universidade de Milão, Itália).

Diretrizes éticas de publicação

A revista Veredas tem o compromisso de se manter alinhada com as diretrizes estipuladas pela Comissão de Integridade na Atividade Científica do CNPq (http://www.cnpq.br/web/guest/diretrizes) e as recomendações de ética em publicação para autores, editores e avaliadores do Committee on Publication Ethics – COPE (http://publicationethics.org/).

Os editores investirão esforços na prevenção de más-práticas e comportamentos antiéticos na publicação de artigos, não tolerando qualquer tipo de plágio. 

  1. Ao submeterem artigos à revista, os autores declaram automaticamente que os conteúdos dos artigos são originais. Declaram, ainda, que o artigo não foi publicado, completo ou incompleto, em outra língua, nem foi submetido a outro periódico simultaneamente. Além disso, comprometem-se também a informar à revista quando detectarem algum erro ou imprecisão em seu trabalho (publicado, em avaliação ou em editoração) e a colaborar com os editores para que seja feita a devida retratação ou correção do artigo.   
  2. Os editores e pareceristas comprometem-se a avaliar os trabalhos submetidos à revista de forma objetiva e por seu conteúdo intelectual, sem discriminação de raça, gênero, orientação sexual, religião, origem geográfica ou pensamento político. Comprometem-se também a tratar de forma confidencial as colaborações dos autores enquanto estiverem sob avaliação e caso o trabalho seja recusado.  Os trabalhos serão objeto de avaliação ou discussão com terceiros unicamente por autorização dos editores da revista.
  3. Quando os avaliadores identificarem que o trabalho submetido apresenta conteúdo relevante publicado anteriormente – pelo autor ou por terceiros, quer sejam afirmações, argumentos ou reprodução de trechos –, devem informar diretamente aos editores e os autores deverão providenciar que tais conteúdos venham sempre acompanhados da respectiva remissiva bibliográfica, indicando sua origem. Da mesma forma, quando houver semelhança substancial ou indício de que o artigo em avaliação já tenha sido publicado em outro meio, os avaliadores devem alertar os editores de que o artigo fere os princípios éticos da revista.
  4. Quaisquer desvios e outros casos não previstos nessa declaração devem ser informados à editora-chefe da revista, que tomará as providências cabíveis para sanar o problema apresentado.

Diretrizes de avaliação

As colaborações submetidas são avaliadas, primeiramente, quanto ao seu caráter científico e seu alinhamento em relação às diretrizes aos autores, ao foco e ao escopo da revista. Caso seja verificada a pertinência, a avaliação prossegue, no sistema de revisão por pares duplo-cego, a cargo dos pareceristas ad hoc – especialistas designados em função do tema do artigo –, e considera, primordialmente, os seguintes aspectos:

  • importância do problema
  • contribuição aos estudos da área
  • atualidade do tema
  • originalidade do conteúdo
  • domínio do contexto da discussão
  • fundamentação teórica
  • clareza de objetivos
  • coerência e pertinência da argumentação
  • estrutura e organização do texto
  • linguagem e qualidade da redação
  • relação entre o resumo e o artigo
  • adequação de palavras-chave
  • consistência da bibliografia utilizada
  • atualidade da bibliografia utilizada

No caso de dossiês temáticos, os artigos também passam por análise dos organizadores convidados, que avaliam, em especial, o alinhamento do artigo em relação à ementa. A partir das considerações feitas pelos pareceristas (no mínimo dois) - e dos organizadores, se for o caso -, a Comissão Editorial verifica a fidelidade do parecer em relação ao artigo proposto para, então, deliberar a respeito da publicação do artigo.

O processo de avaliação até a decisão final quanto à publicação dura em média 6 (seis) meses, a depender do volume de artigos em avaliação e da disponibilidade de pareceristas.

Taxa de Processamento de Artigos

Esta revista não cobra qualquer tipo de taxa dos autores para submissão e processamento de manuscritos.