“Entre a pedra e a estrela”: astronomia e geodesia no Romance d’A Pedra do Reino e o Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta

  • Érico Melo Universidade de São Paulo

Resumo

A análise astronômica do céu durante episódios-chave do grande romance de Ariano Suassuna aponta para uma minuciosa alegorização de certos planetas e constelações zodiacais. Esta leitura procura demonstrar a intensiva interpenetração entre céu e terra nos panos de fundo siderais e topográficos do livro.

Referências

Bakhtin, Mikhail. O tempo e o espaço nas obras de Goethe. In: Bakhtin, Mikhail. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 2003.
Rosa, João Guimarães. O recado do morro. In: Rosa, João Guimarães. Corpo de baile. Rio de Janeiro: José Olympio, 1960.
Rosa, João Guimarães. São Marcos. In: Rosa, João Guimarães. Sagarana. Rio de Janeiro: José Olympio, 1971.
Suassuna, Ariano. Romance d’A Pedra do Reino e o Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta. Rio de Janeiro: José Olympio, 1971.
Publicado
2017-07-23
Como Citar
MELO, Érico. “Entre a pedra e a estrela”: astronomia e geodesia no Romance d’A Pedra do Reino e o Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta. Veredas: Revista da Associação Internacional de Lusitanistas, [S.l.], n. 25, p. 90-119, jul. 2017. ISSN 2183-816X. Disponível em: <http://revistaveredas.org/index.php/ver/article/view/372>. Acesso em: 19 ago. 2017. doi: https://doi.org/10.24261/2183-816x2506.
Seção
Artigos