Eça de Queirós: mercado literário e classe social

  • Rodrigo do Prado Bittencourt Universidade de Coimbra

Resumo

Este artigo tem por objetivo investigar a relação entre a escrita e classe social na vida de quatro personagens de três livros de Eça de Queirós: Artur Corvelo, de A Capital! (começos duma carreira); Carlos da Maia e João da Ega, de Os Maias: episódios da vida romântica; e Gonçalo Mendes Ramires, de A ilustre casa de Ramires. Assim, faz-se necessário conhecer o “campo literário” (Bourdieu, 1996) português da segunda metade do século XIX para melhor entender as influências condicionantes que pesavam sobre o escritor iniciante.

Referências

Bittencourt, Rodrigo do Prado. Aspectos históricos e sociais da formação do romance em países da periferia do capitalismo. LL Journal, v. 5, n. 2, p. 1–5, 2010. Disponível em: . Acesso em: 6 jan. 2017.
Bourdieu, Pierre. As regras da arte. Gênese do campo literário. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.
Durkheim, Émile. As regras do método sociológico. São Paulo: Martins Fontes, 2007.
Lisboa, Maria Manuel. Teu amor fez de mim um lago triste: ensaios sobre “Os Maias” Porto: Campo das Letras, 2000.
Lopes, Ana Cristina; Reis, Carlos. Dicionário de narratologia. Coimbra, Almedina, 2000.
Martins, António Coimbra. Ensaios queirosianos. Lisboa: Europa-América, 1967.
Queirós, José Maria Eça de. Os Maias: episódios da vida romântica. Porto: Lello e Irmão, 1945a, v. 1.
Queirós, José Maria Eça de. Os Maias: episódios da vida romântica. Porto: Lello e Irmão, 1945b, v. 2.
Queirós, José Maria Eça de. Carta a Oliveira Martins. Paris, 26/04/1984. In: Queirós, José Maria Eça de. Correspondência. Lisboa: Imprensa Nacional — Casa da Moeda, 1983, v. 2, p. 311–315.
Queirós, José Maria Eça de. A Capital! (começos de uma carreira). Lisboa: Imprensa nacional — Casa da Moeda, 1992.
Queirós, José Maria Eça de. A ilustre casa de Ramires. Lisboa, Imprensa nacional — Casa da Moeda, 1999.
Queirós, José Maria Eça de. O crime do Padre Amaro. Lisboa: Imprensa nacional — Casa da Moeda, 2000.
Reis, Carlos. Eça de Queirós e a literatura como ficção. In: Miné, Elza; Caniato, Benilde (Ed.). 150 anos com Eça de Queirós. III Encontro Internacional de Queirosianos. São Paulo: CEP, 1997, p. 17–28.
Robert, Marthe. Romance das origens, origens do romance. Lisboa: Via, 1979.
Publicado
2017-07-23
Como Citar
BITTENCOURT, Rodrigo do Prado. Eça de Queirós: mercado literário e classe social. Veredas: Revista da Associação Internacional de Lusitanistas, [S.l.], n. 25, p. 171-193, jul. 2017. ISSN 2183-816X. Disponível em: <http://revistaveredas.org/index.php/ver/article/view/375>. Acesso em: 19 ago. 2017. doi: https://doi.org/10.24261/2183-816x2509.
Seção
Artigos