Experiência literária e experiência urbana: notas sobre a literatura marginal

  • Lucas Amaral de Oliveira Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Literatura Marginal, Cidade, Periferias Urbanas, Experiência

Resumo

Nos últimos anos, tem sido possível observar a projeção de escritores das periferias paulistanas na cena literária contemporânea. Esses agentes da chamada “cultura periférica” têm se mostrado hábeis em trazer a questão urbana e seus reveses sociais e raciais para dentro da narrativa. Mas quais os recursos investidos nas práticas literárias desses escritores engajados em impulsionar sua produção, divulgação e consumo nas periferias de São Paulo? A proposta deste artigo é analisar a incidência de experiências urbanas variadas no labor literário e na produção poética de escritores que se reconhecem como integrantes do movimento da literatura marginal, verificando em que medida se pode atrelar experiência literária, representação do espaço e participação artístico-comunitária dentro desse fenômeno cultural ainda em curso.

Referências

Barbosa, João A. Leituras: o intervalo da literatura. Linha D’Água, São Paulo, n. 5, p. 22-32, 1988.

Bin, Marco Antonio. As redes de escritura nas periferias de São Paulo: a palavra como manifestação de cidadania. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) — Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2009.

Binho. Antologia do Sarau do Binho. São Paulo: Sarau do Binho, 2013.

Brandão, Luís Alberto. Teorias do espaço literário.São Paulo: Perspectiva, 2013.

Carril, Lourdes. Quilombo, favela e periferia. São Paulo: Annablume, 2006.

Ciríaco, Rodrigo. Pode pá que é nóis que tá. São Paulo: Um Por Todos, 2012.

Coronel, Luciana Paiva. A escrita da cidade partida. Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea, Brasília, n. 42, p. 29-45, 2013.

Cunha, Euclides da. Os Sertões. São Paulo: Brasiliense, 1985.

Dalcastagnè, Regina. A auto-representação de grupos marginalizados: tensões e estratégias na narrativa contemporânea. Letras de Hoje, Porto Alegre, v. 42, p.18–31, 2007.

Danziger, Walner. Eles não usam Black Power. Rebosteio, São Paulo, n. 4, jul. 2012.

Eslava, Fernando. Literatura marginal: o assalto ao poder da escrita. Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea, Brasília, n. 24, p. 35-51, 2004.

Evaristo, Conceição. Questão de pele para além da pele. In: Ruffato, Luiz. Questão de pele: contos sobre preconceito racial. Rio de Janeiro: Língua Geral, 2009.

Faria, Alexandre Graça. Ginga e resistência na poesia de Allan da Rosa. Humanitae, Aracaju, v. 1, n. 1, p. 6-13, 2011.

Faria, Alexandre Graça; Penna, João Camillo; Patrocínio, Paulo R. Tonani (Org.). Modos da margem: figurações da marginalidade na literatura brasileira. Rio de Janeiro: Aeroplano, 2015.

Ferréz. (Org.). Literatura marginal: talentos da escrita periférica. Rio de Janeiro: Agir, 2005.

Fortuna, Carlos. (Micro)territorialidades: metáfora dissidente do social. Revista Terra Plural, Ponta Grossa, v. 6, n. 2, p. 199-214, jul./dez. 2012.

Fórum de Cultura da Zona Leste. Manifesto Periférico: pela lei de fomento à periferia. Teatro de Rua e a Cidade, São Paulo, 3 jun. 2014. Blog. Disponível em: <https://goo.gl/E1Ty4H>. Acesso em: 2 out. 2016.

Fuzzil. Caturra. São Paulo: Elo da Corrente, 2010.

Hooks, Bell. Yearning: race, gender and cultural politics. Boston: South End, 1990.

Kintê, Akins. Akins Kintê. Blog pessoal. São Paulo, [S.d]. Disponível em: <http://akinskinte.blogspot.com.br/>. Acesso em: 1o mar. 2017.

Leite, Eleilson. Mesmo céu, mesmo CEP: produção literária na periferia de São Paulo. Dissertação (Mestrado em Filosofia) — Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014.

Nascimento, Erica Peçanha do. É tudo nosso! Produção cultural na periferia paulistana. Tese (Doutorado em Antropologia Social) — Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011.

Nascimento, Erica Peçanha do. Vozes marginais na literatura. Rio de Janeiro: Aeroplano, 2009.

Oliveira, Lucas Amaral de. Speaking for themselves: observations on a “marginal” tradition in Brazilian Literature. Brasiliana — Journal for Brazilian Studies, v. 5, n. 1, p. 441–471, 2016.

Oliven, Ruben George. Marginalidade urbana na América Latina: aspectos econômicos, políticos e culturais. In: Oliven, Ruben George. Urbanização e mudança social no Brasil. On-line. Rio de Janeiro: Centro Edelstein, 2010. Disponível em: <http://books.scielo.org/id/z439n>. Acesso em: 1º mar. 2017.

Patrocínio, Paulo R. Tonani. A volta da realidade das margens. Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea, Brasília, n. 39, jan./jun., p. 57-75, 2012.

Patrocínio, Paulo R. Tonani. Escritos à margem. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2013.

Pellegrini, Tânia. Moda importada: introdução do realismo no Brasil. Itinerários, Araraquara, n. 39, p. 117-138, jul./dez. 2014.

Penna, João Camillo. Margem entrevista. In: Tennina, Lucía et al. (Org.) Polifonias marginais. Rio de Janeiro: Aeroplano, 2015.

Pezão, Marco. Nóis é ponte e atravessa qualquer rio. São Paulo: Reza Brava, 2013.

Pivetta, Rejane. Literatura marginal: questionamentos à teoria literária. Ipotesi, Juiz de Fora, v. 15, n. 2, esp., p. 31-39, jul./dez. 2011.

Queiroz, Doralice Alves de. Mulheres cordelistas: percepções do universo feminino no cordel. In: Seminário Nacional Mulher e Literatura, 11., e Seminário Internacional Mulher e Literatura, 2., Rio de Janeiro, 2 a 5 ago. 2005. Anais... Rio de Janeiro: ANPOLL, 2005.

Rancière, Jacques. A partilha do sensível: estética e política. São Paulo: 34, 2005.

Reyes, Alejandro. Vozes do porão: a literatura periférica/marginal do Brasil. Rio de Janeiro: Aeroplano, 2013.

Salom, Júlio Souto. Combater a subcidadania disputando o jogo literário: uma contribuição ao estudo da literatura marginal-periférica. Dissertação (Mestrado em Sociologia) — Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2014.

Santiago, Silvano. O cosmopolitismo do pobre. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2004.

Shabazz, Dugueto. Notícias jugulares. São Paulo: Toró, 2006.

Shabazz, Dugueto. Aos flancos e barrancos. 2015a. (3m13s). Disponível em: <https://goo.gl/GMGjd3>. Acesso em: 09 nov. 2017.

Shabazz, Dugheto. Eu Viela. 2015b. (4m40s). Disponível em: <https://goo.gl/Sxsku4>. Acesso em: 11 set. 2015.

Silva, Rogério de Souza. A periferia pede passagem: trajetória social e intelectual de Mano Brown. Tese (Doutorado em Sociologia) — Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2012.

Silva, José Carlos Gomes da. Literatura negra: memória viva. Texto produzido para o curso de extensão Cultura Afro-Brasileira: Fundamentos para a Prática Pedagógica, realizado na Universidade Federal de São Paulo, Unidade Santo Amaro, maio/jul. 2013.

Silva, Mário Augusto Medeiros da. A descoberta do insólito: literatura negra e literatura periférica no Brasil (1960–2000). Rio de Janeiro: Aeroplano, 2013.

Souza, Elizandra. Águas da cabaça. São Paulo: Mjiba, 2012.

Teixeiro, Alva Martínez. A plenitude de um vazio em que a pobreza não é mais paisagem: a periferia em Paulo Lins e Ferréz. Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea, Brasília, n. 41, p. 61-86, 2013.

Tennina, Lucía et al. (Org.) Polifonias marginais. Rio de Janeiro: Aeroplano, 2015.

Tennina, Lucía. Cuidado com os poetas! Literatura e periferia na cidade de São Paulo. Porto Alegre: Zouk, 2017.

Vecchi, Roberto. A memória poética como patrimônio de sofrimento. In: Cavalheiro, Juciane (Org.). Literatura, interfaces, fronteiras. Manaus: Editora da UEA, 2010.

Wacqant, Loïc. Gueto, banlieue, favela: ferramentas para se repensar a marginalidade urbana. In: Encontro Anual da Associação Nacional de PósGraduação e Pesqisa em Ciências Sociais, 25., Caxambu, 16 a 20 out. 2001. Anais... São Paulo: ANPOCS, 2001. Disponível em: <https://goo.gl/Bf1Qjd>. Acesso em: 30 out. 2017.

Williams, Raymond. Marxism and literature. Oxford: Oxford University Press, 1977.

Publicado
2018-08-30
Como Citar
OLIVEIRA, L. Experiência literária e experiência urbana: notas sobre a literatura marginal. Veredas: Revista da Associação Internacional de Lusitanistas, n. 27, p. 24-46, 30 ago. 2018.