A singularidade da dimensão pictórica em José Luandino Vieira

  • Pedro Beja Aguiar PUC
Palavras-chave: pensamento visual, moldura colonial, colonialidade, modernidade

Resumo

Este texto procura formular, de maneira provisória, entendimentos acerca das potencialidades narrativas presentes nas formas plásticas desenvolvidas pelo escritor angolano José Luandino Vieira. A título de estudo de caso, propõe-se analisar o desenho “Portrait of a sauvage as a youg [sic] girl”, recolhido do livro Papéis da Prisão (2015), como um gesto narrativo estético que condensa tópicos críticos sobre o empreendimento colonial português e que pavimenta, em pequenos traçados, a relação entre palavra e experiência. Os desenhos aqui são compreendidos não como ilustrações ou rascunhos, mas discurso sobre um método daquilo que definiremos como um pensamento visual.

Referências

Barros, Manoel de. Livro sobre nada. In: Poesia completa. São Paulo: LeYa, 2013. p. 301-327.

Berger, John. Del diário de Janos Lavin. In: Sobre el dibujo. Barcelona: Editorial Gustavo Gili, 2011. p. 87-90.

Calvino, Ítalo. A palavra escrita e a não-escrita. In: Ferreira, Marieta de M.; Amado, Janaína. Usos e abusos da história oral. Rio de Janeiro: FGV, 2006. p. 139-147.

Crosariol, Isabelita Maria. Impérios desmitificados: Ruy Duarte de Carvalho e o passado colonial reescrito. 2009. Dissertação (Mestrado em Letras) – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, 2009. Disponível em: https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=14032@1. Acesso em: 2 mar. 2019.

Quijano, Aníbal. Colonialidade do poder, eurocentrismo e América Latina. In: Lander, E. (org.). A colonialidade do saber: eurocentrismo e ciências sociais: perspectivas latino-americanas. Buenos Aires: CLACSO, 2005. p. 107-130.

Thomaz, Omar Ribeiro. Ecos do Atlântico Sul: representações sobre o terceiro império português. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2002.

Santos, Boaventura Sousa. A gramática do tempo: para uma nova cultura política. São Paulo: Cortez Editora, 2006.

Santos, Boaventura Sousa. Para além do pensamento abissal: das linhas globais a uma ecologia dos saberes. In: Santos, B. S.; Meneses, M. P. (orgs.). Epistemologias do sul. São Paulo: Cortez, 2010a. p. 30-65.

Santos, Boaventura Sousa. Um discurso sobre as ciências. São Paulo: Cortez, 2010b.

Santos, Jeane de Cassia Nascimento. Descaminhos narrativos: estudo dos romances “O sol dos trópicos” e “O velório d’oiro”, de Henrique Galvão e o “Esplendor de

Portugal”, de António Lobo Antunes. 2006. Tese (Doutorado em Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8156/tde-05072007-101424/publico/TESEJEANEDECASSIANASCIMENTOSANTOS.pdf. Acesso em: 2 mar. 2019.

Schollhammer, Karl Erik. Regimes representativos da modernidade. In: Além do visível: o olhar da literatura. Rio de Janeiro: 7Letras, 2016. p. 11-39.

Vieira, José Luandino. Papéis Da Prisão: Apontamentos, Diário, Correspondência (1962-1971). Organização de Margarida Calafate Ribeiro, Roberto Vecchi e Mónica V. Silva. Lisboa: Caminho, 2015.

Publicado
2021-03-01
Como Citar
AGUIAR, P. A singularidade da dimensão pictórica em José Luandino Vieira. Veredas: Revista da Associação Internacional de Lusitanistas, n. 32, p. 127-135, 1 mar. 2021.