Sob o primado da palavra: o universo feminino/feminista das mulheres d’A República dos sonhos, de Nélida Piñon

  • Lúcia Osana Zolin Universidade Estadual de Maringá
Palavras-chave: Nélida Piñon, A república dos sonhos, personagem feminina, narradora

Resumo

Trata-se de uma leitura de A república dos sonhos, de Nélida Piñon, alicerçada na teoria crítica feminista, por meio da qual pretendo evidenciar o modo de representação de personagens femininas que compõem o romance, atrelado à perspectiva sociocultural da escritora e ao pensamento feminista. Nessas reflexões, saliento que o processo de subjetificação galgado pelo conjunto das mulheres da obra, e sintetizado na figura de Breta, passa pela conquista do direito de narrar/falar, nos termos de Gayatri Spivak (2010) e de Homi Bhabha (2014). A ancestral subalternidade feminina, nesse sentido, é superada à medida que a narradora-protagonista vai se constituindo como sujeito, no movimento mesmo em que se investe da capacidade enunciativa e toma a palavra.

Biografia do Autor

Lúcia Osana Zolin, Universidade Estadual de Maringá
É professora Associada da Universidade Estadual de Maringá (UEM), no Departamento de Letras. Atua no Programa de Pós-Graduação (PLE), na área de concentração em Estudos Literários. Coordena regularmente projetos de pesquisa institucionais relacionados aos Estudos de Gênero, com ênfase na Literatura de Autoria Feminina e na Teoria Crítica Feminista. É líder do Grupo de Pesquisa Literatura de Autoria Feminina Brasileira - LAFEB.

Referências

Bhabha, Homi. The right to narrate. Harvard Design Magazine, Cambridge, Summer, 2014. (on-line). Disponível em: http://www.harvarddesignmagazine.org/issues/38. Acesso em: 5 jul. 2018.

Butler, Judith. Corpos que pesam: sobre os limites discursivos do “sexo”. Tradução de Tomaz Tadeu da Silva. In: Louro, Guaciara Louro. (org.). O corpo educado: pedagogias da sexualidade. Belo Horizonte: Autêntica, 2001.

Butler, Judith. Problemas de gênero: feminismo e subversão da identidade. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003.

Evaristo, Conceição. Da grafia-desenho de minha mãe, um dos lugares de nascimento de minha escrita. In: Alexandre, Marcos Antonio (org.). Representações performáticas brasileiras: teorias, práticas e suas interfaces. Belo Horizonte: Mazza, 2007.

Hall, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Tradução de Thomas Tadeu da Silva e Guacira Lopes Louro. 11. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2006.

Mumby, Dennis K. Reflexões críticas sobre comunicação e humanização nas organizações. In: Kunsch, Margarida Maria Krohling. A comunicação como fator de humanização das organizações. São Caetano do Sul, SP: Difusão, 2010.

Piñon, Nelida. A república dos sonhos. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1984.

Pollak, Michael. Memória e identidade social. Revista Estudos Históricos. Rio de Janeiro, v. 5, n. 10, p. 200-215, jul. 1992. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/reh/article/view/1941/108. Acesso em: 5 jul. 2018.

Schmidt, Rita Terezinha. A transgressão da margem e o destino de Celeste. In: Reis, Lívia de Freitas; Vianna, Lúcia Helena; Porto, Maria Bernadette (orgs.). Mulher e Literatura: VII Seminário Nacional, volume 2. Niterói: EdUFF, Sette Letras, 1999. p. 672-682.

Spivak, Gayatri Chakravorty. Pode o subalterno falar? Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2010.

Xavier, Elódia. Que corpo é esse?: o corpo no imaginário feminino. Florianópolis: Mulheres, 2007.

Zolin, Lúcia Osana. Desconstruindo a opressão: a imagem feminina em “A república dos sonhos”, de Nélida Piñon. Maringá: Eduem, 2003.

Zolin, Lúcia Osana. Estratégias de subjetificação na ficção contemporânea de mulheres: exílio, migração, errância e outros deslocamentos. Acta Scientiarum: Language and Culture. Maringá, PR, v. 40, n. 2, p. 1-17, jul./dez. 2018a.

Zolin, Lúcia Osana. Mulheres que escrevem e se (re)escrevem na ficção recente de autoria feminina. In: Salgado, Maria Teresa et al. (orgs.) Escritas do corpo feminino: perspectivas, debates e testemunhos. Rio de Janeiro: Oficina Raquel, 2018b.

Publicado
2021-03-01
Como Citar
ZOLIN, L. Sob o primado da palavra: o universo feminino/feminista das mulheres d’A República dos sonhos, de Nélida Piñon. Veredas: Revista da Associação Internacional de Lusitanistas, n. 32, p. 136-146, 1 mar. 2021.