Ambiguidades, inversões, transmutações: o sagrado e o profano em O senhor presidente, de Miguel Ángel Asturias e Memorial do convento, de José Saramago
Veredas 38
PDF

Palavras-chave

sagrado, profano, realismo mágico, José Saramago, Miguel Ángel Asturias

Como Citar

DE PAIVA FARIA, L. G. Ambiguidades, inversões, transmutações: o sagrado e o profano em O senhor presidente, de Miguel Ángel Asturias e Memorial do convento, de José Saramago. Veredas: Revista da Associação Internacional de Lusitanistas, [S. l.], n. 38, p. 126–141, 2023. DOI: 10.24261/2183-816x0938. Disponível em: https://revistaveredas.org/index.php/ver/article/view/739. Acesso em: 22 fev. 2024.

Resumo

As relações culturais entre Portugal e América Latina revolvem a um longo histórico de dependência que, sobretudo a partir do século XX, transformam-se em um diálogo recíproco para a literatura das duas regiões. Um ponto alto deste diálogo encontra-se entre o realismo mágico latino-americano e a literatura portuguesa pós-Revolução dos Cravos. Este texto propõe-se a analisar dois romances dessas tradições literárias: O senhor presidente (1946), de Miguel Ángel Asturias, e Memorial do Convento (1982), de José Saramago, tendo como objetivo compreender a configuração das categorias do sagrado e do profano na malha conceitual das narrativas. Adota-se uma perspectiva antropológica para compreensão da díade sagrado/profano, assumindo pressupostos caros à tradição inaugurada por Émile Durkheim e explorada por R. Caillois e E. E. Evans-Pritchard. Verificou-se que O senhor presidente (1946) mantém uma ambiguidade entre essência e aparência na configuração do sistema de sagrado e profano, desestabilizando uma lógica fixa de relações entre as categorias. O sistema de sagrado e profano em Memorial do convento (1982), por sua vez, passa por um processo de inversão operada privilegiadamente na voz do narrador. Essa inversão está relacionada aos dois planos narrativos que se entrelaçam e se contrapõem em um mesmo pano de fundo contextual.

https://doi.org/10.24261/2183-816x0938
PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Luis Gustavo de Paiva Faria