Políticas linguísticas e políticas de formação de professores em Timor-Leste
Colagem analógica de Gisele Gemmi Chiari
pdf

Palavras-chave

Políticas educacionais
Ensino básico
Timor-Leste
Formação de professores

Como Citar

INDART, K. N. R.; DE SOUSA, M. C. Políticas linguísticas e políticas de formação de professores em Timor-Leste. Veredas: Revista da Associação Internacional de Lusitanistas, [S. l.], v. 40, p. 43–61, 2023. DOI: 10.24261/2183-816x0340. Disponível em: https://revistaveredas.org/index.php/ver/article/view/930. Acesso em: 25 abr. 2024.

Resumo

Num contexto de reconstrução do sistema educativo, como aquele que vem caracterizando a situação em Timor-Leste, a Formação de Professores do Ensino Básico em Exercício defronta-se com o problema do recrutamento dos professores de todos os níveis do ensino definido por critérios rigorosos conforme a Lei de Bases da Educação. Por essa razão, o investimento maior do Estado tem sido na formação de professores que já estão no sistema. Assim, o objetivo desta pesquisa é analisar os processos e negociações para a mudança das Políticas de Formação de Professores do Ensino Básico em Exercício, mais especificamente do Curso de Bacharelato dos Professores em Regime de Contrato, do 1º e 2º Ciclos do Ensino Básico, em todos os municípios de Timor-Leste. A abordagem de pesquisa utilizada é a qualitativa-descritiva e usa como fonte de dados entrevistas com os gestores nacionais destas políticas de formação. A análise das entrevistas mostra que a iniciativa de criação e responsabilidade de gestão de um novo programa foi do Ministério da Educação, Juventude e Desporto, porém, o INFORDEPE e a UNTL estiveram envolvidos em todas as fases de discussão. Este programa foi elaborado para resolver uma situação criada no período de emergência – a contratação de professores voluntários sem formação inicial. Concluímos que o período alongado e a intensa disposição de encontros e conversas entre os gestores das instituições demonstram que o programa foi de fato pensado e planejado, diferente de ações emergenciais realizadas anteriormente. Porém, o modelo e o objetivo principal da formação não diferem realmente das políticas anteriores.

https://doi.org/10.24261/2183-816x0340
pdf

Referências

ARAÚJO, Carlos. Desenvolvimento da língua portuguesa na primeira década do século XXI. In: SEMINÁRIO DA EDUCAÇÃO EM DÍLI – UNTL, 1., Díli, 2013. Atas [...]. Díli: Universidade Nacional Timor Lorosa’e; Unidade de Produção e Disseminação do Conhecimento, 2013.

CARVALHO, Manuel Belo de. Formação de professores em Timor-Leste: contributos da Construção do Modelo de Formação. 2007. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade do Minho, Braga, 2007.

CHAMON, Edna Maria Querido de Oliveira; SALES, Adriane de Castro Menezes. Análise de um modelo para a formação de professores e suas aplicações. Educar em Revista, Curitiba, n. 45, p. 167-184, 2012. Doi: https://doi.org/10.1590/S0104-40602012000300012

CHAMON, Edna Maria Querido de Oliveira. Um modelo de formação e sua aplicação em educação continuada. Taubaté: Unitau, 2006.

FLORES, Maria Assunção. Dilemas e desafios da formação de professores. In: MORAES, Maria Célia; PACHECO, José Augusto; EVANGELISTA, Maria Olinda (org.). Formação de professores: perspectivas educacionais e curriculares. Porto: Porto Editora, 2004. p. 127-160.

GARCIA, Carlos Marcelo. Modelo de formação de professores. Porto: Porto Editora, 1999. (Colecção Educação)

GUSMÃO, Maria Manuela. Cooperação bilateral Brasil-Timor-Leste na profissionalização docente em serviço: perspectivas e desafios do século XXI. 2010. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade de Brasília, Brasília, 2010.

HALL, Jones. M. Formar professores: como entendê-los? Porto: Porto Editora, 1976. (Colecção Educação)

JERÓNIMO, Agapito da Costa. Formação contínua de professores do ensino não superior em Timor-Leste. 2011. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade de Aveiro, Aveiro, 2011.

LOPES, Margarida Chagas. Economia da educação e formação. Coimbra: Angelus Novus, 2010.

LUNARDI, Graziela. Uma experiência na formação de professores em Timor-Leste: das condições de produção aos sentidos construídos no enfoque CTS. 2014. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2014

MARTINS, Susana. Políticas e as práticas de profissionalização docente em serviço em Timor-Leste: um estudo avaliativo. 2011. Dissertação (Mestrado em Avaliação Educacional) Universidade do Minho, Instituto de Educação, Braga, 2011.

RIBEIRO, Imaculada da Conceição. Educação e formação de professores no Timor-Leste (2000-2012). 2015. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2015.

SILVA, Suzi Alves da. Dos dilemas à esperança: os desafios para a formação e atuação dos professores de Timor-Leste. 2011. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Metodista de São Paulo, São Bernardo do Campo, 2011.

SOUSA, Marcelo Caetano. Análise das políticas de formação de professores em exercício: estudo de caso no curso de bacharelato dos professores em regime de contrato, do 1º e 2º ciclos do ensino básico em Timor-Leste. 2020. Dissertação (Mestrado em Políticas, Gestão e Avaliação Educacional) - Universidade Nacional Timor Lorosa’e, Díli, 2020.

TIMOR LESTE. LEI N.º 14/2008, de 29 de outubro de 2008. Lei de Bases da Educação. Jornal da República, Série I, n. 40, 29 out. 2008.

ZEICHNER, Kenneth M. A formação reflexiva de professores: ideias e práticas. Lisboa: Educa, 1993.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Karin Noemi Rühle Indart, Marcelo Caetano de Sousa