O VisualMaterial de “Cidade-City-Cité”

Palavras-chave: Augusto de Campos, cidade, poesia concreta, intermedialidade

Resumo

O poema “Cidade/City/Cité” de Augusto de Campos, publicado em 1963, tem sido alvo de várias recriações, sendo um caso óbvio do pioneirismo, da exploração material e da íntima relação da poesia concreta com os novos meios tecnológicos, nomeadamente as tecnologias de informação e os meios de comunicação de massas, que se conjugam com os meios tradicionais impressos, em espaços não tradicionais para a poesia. É um poema que vive da combinatória de vários radicais com as terminações “cidade”, “city” e “cité”, conjugando as qualidades da vida urbana num poema trilingue que se expande e se modifica nas suas leituras e recriações, actuando além da dimensão literária, libertando a linguagem da sintaxe, aproximando os seus potenciais leitores do poeta Augusto de Campos completando, tal e qual um happening, o poema enquanto forma de arte (CAGE, 1974, p. 15).

Numa análise às várias metamorfoses do poema, este artigo propõe-se a analisar os veículos de significação utilizados em cada versão e o modo como estes preservam a natureza combinatória do poema e o seu significado. “Cidade/City/Cité” é um poema em metamorfose, tal como os espaços urbanos, que se vai adaptando aos novos tempos de forma metarreferencial, acompanhando e tirando partido dos meios de cada época, levando a poesia a novas dimensões.

Referências

Aguilar, G. M. Poesia Concreta brasileira: as vanguardas na encruzilhada. São Paulo: Edusp, 2005.

Poema: Cidade. Direção: Tatá Amaral e Francisco César Filho. São Paulo: Tangerina Filmes, 1986. (11min.).

Cage, J. Dois toques para o Brasil (Entrevista). Código, Salvador , n. 3, ago. 1978. Disponível em: http://codigorevista.org/revistas/pdf/codigo03_digital.pdf. Acesso em 21 ago. 2019.

Campos, A.; Campos, H.; Pignatari, D. Plano-pilôto para Poesia Concreta. Noigandres, São Paulo, n. 4, 1958.

Campos, A. Cidade/City/Cité. Invenção, São Paulo, n. 4, p. 103-104, dez. 1964.

Campos, A. Augusto de Campos. Disponível em: http://www2.uol.com.br/augustodecampos. Acesso em: 20 jun. 2016.

Campos, A. Não Poemas. São Paulo: Perspectiva, 2003.

Campos, A. Poesia Antipoesia Antropofagia & Cia. São Paulo: Schwarcz, 2015.

Campos, A.; Campos, C.; Silveira, W. Poesia é Risco. 11.º Festival Videobrasil: de 12 de novembro de 1996 a 17 de novembro de 1996. São Paulo, Brasil: Associação Cultural Videobrasil, 14 nov. 1996. Disponível em: http://site.videobrasil.org.br/canalvb/video/1713108/Poesia_e_risco_by_Augusto_de_Campo_Cid_Campos_and_Walter_Silveira_11th_Festival. Acesso em: 21 ago. 2019.

Carvalho, A. A. F. de. Poesia Concreta e Mídia Digital: o caso Augusto de Campos. São Paulo: Pontifícia Universidade Católica,. 2007. (Comunicação e Semiótica).

Franchetti, P. Alguns aspectos da teoria da poesia concreta. 4.ª ed. Campinas: Unicamp, 2004.

Hopkins, D.; Schaffner, A. K. Neo-avant-garde. Amsterdão: Rodopi, 2006.

Jorge, Gerardo. La ciudad en la poesía de Augusto de Campos: del conjuro y la ciudad-falansterio a la ciudad moderna pero babélica. Confluenze. Rivista di Studi Iberoamericani, Bolonha, v. 3, n. 2, p. 197-217, dez. 2011. Disponível em: https://confluenze.unibo.it/article/view/2399. Acesso em: 19 ago. 2019. DOI 10.6092/issn.2036-0967/2399.

Mendes, G.; Pignatari, D. (ed.). Cidade City Cité partitura-roteiro homenagem a Nino Rota. Invenção, São Paulo, n. 5, p. 93-100, jan. 1967.

Millarch, A. Poema: cidade. Tabloide digital. [1986]. Disponível em: http://www.millarch.org/artigo/poema-cidade. Acesso em: 19 ago. 2019.

Nattiez, J.-J. Som / Ruído. In: Enciclopédia Einaudi: Artes - Tonal/atonal. Lisboa: Imprensa Nacional — Casa da Moeda, 1984. p. 212–228.

Perrone, C.; Süssekind, F.; Guimarães, J. (Orgs.). Viva vaia: para compreender Augusto de Campos. In: Sobre Augusto de Campos. Rio de Janeiro: 7Letras: Fundação Casa de Rui Barbosa, 2004.

Pinto, L. Â.; Pignatari, D.; Campos, A.; Campos, H. (Org.). Nova linguagem, nova poesia. In: Teoria da Poesia Concreta - textos críticos e manifestos 1950-1960. 5ª ed. São Paulo: Atelié Editorial, 2014.

Portela, M. Flash script poex. Cibertextualidades, Porto, v. 3, p. 43–57, 2010.

Süssekind, F.; Guimarães, J. (Orgs.) Exposição Augusto de Campos: - poemas, publicações, manuscritos, vídeos e gravações. Rio de Janeiro: Fundação Casa de Rui Barbosa, 2004.

Tv Cultura. “Cidade City Cité” ganha nova versão. 3 dez. 2014. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=POd3SueRo9U. Acesso em: 27 out. 2016.

Valente, H. de A. D. Os cantos da voz: entre o ruído e o silêncio. São Paulo: Annablume, 1999.

Publicado
2019-08-28
Como Citar
SANTOS, T. O VisualMaterial de “Cidade-City-Cité”. Veredas: Revista da Associação Internacional de Lusitanistas, n. 30, p. 76–92, 28 ago. 2019.