Espaçamentos em Elvira Vigna

  • Leonardo Tonus
Palavras-chave: Elvira Vigna, écart, espaçamento, narrador

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo indagar como a literatura brasileira contemporânea tem pensado e reavaliado a espacilidade de seus narradores. A partir do conceito de ``espaçamento`` veremos de que maneira o distanciamento emocional e cognitivo imposto às vozes autorais nos romances O que deu para fazer em matéria de história de amor (2012) e Por escrito (2014) da escritora Elvira Vigna colocam em xeque a artificialidade da ficção, apontando ao mesmo tempo, para uma dimensão ética do gesto literário.

Referências

Agamben, Giorgio. Moyens sans fins, Notes sur le politique. Paris : Ed. Rivages, 1995.

Collot, Michel. Pour une géographie littéraire. Paris : Corti, 2014.

Da Mata, Anderson. “Resenha de O que deu para fazer em matéria de história”. O Globo, Prosa e Verso, 23 de Junho de 2012. Disponível em: https://blogs.oglobo.globo.com/prosa/post/resenha-de-que-deu-para-fazer-em-materia-de-historia-de-amor-451844.html. Acesso em 3 maio 2021.

Deleuze, Gilles. L’image Mouvement. Paris: Minuit, 1983.

Genette, Gérard. Figures III. Paris : Editions du Seuil, 1972.

Julien, François. L’écart et l’entre. Léçon inaugurale de la Chaire sur l’altérité. Paris : Galillée, 2012.

Ricoeur, Paul. Temps et récit. 2. La configuration dans le récit de fiction. Paris: Seuil, 1984.

Vigna, Elvira. “Em busca de um narrador”, 2011. Disponível em: http://etudeslusophones.blogspot.com/2011/11/um-dedo-de-prosa-com-elvira-vigna.html. Acesso em: 20 abril 2020.

Vigna, Elvira. O que deu para fazer em matéria de história de amor. São Paulo : Companhia das Letras, (2012).

Vigna, Elvira. “ Literatura e experiência”, 2014. Disponível em : http://vigna.com.br/divexperiencia/. Acesso em: 1º agosto 2017.

Publicado
2021-07-21
Como Citar
TONUS, L. Espaçamentos em Elvira Vigna. Veredas: Revista da Associação Internacional de Lusitanistas, n. 34, p. 134-142, 21 jul. 2021.
Seção
Artigos