A casa letrada: desejo de posse, desconfiança e escrita de Paulo Honório em São Bernardo

  • Marcel Vejmelka
Palavras-chave: Graciliano Ramos, literatura brasileira, cultura letrada, escrita literária

Resumo

Desejo de posse, desconfiança e escrita são os três elementos que representam os aspectos fundamentais tanto do protagonista Paulo Honório quanto da composição do romance São Bernardo, de Graciliano Ramos. Focalizando a importância do contexto da escrita, no seu desdobramento encenado pelo texto do romance enquanto contexto da escrita do narrador e autor, estas três linhas interpretativas se entrelaçam e se combinam de variadas formas, sintetizadas na metáfora analítica da “cidade letrada” (A. Rama). No contexto sociocultural da modernização do Nordeste brasileiro na primeira metade do século XX, a escrita literária enquanto problema e dificuldade, necessidade e possibilidade, representa as dimensões centrais na constituição e construção desse romance.

Referências

Benjamin, Walter. Illuminationen. Ausgewählte Schriften 1, Frankfurt am Main: Suhrkamp, 1999.

Candido, Antonio. Ficção e confissão. Ensaios sobre Graciliano Ramos. Rio de Janeiro: Editora 34, 1992.

Candido, Antonio. Formação da literatura brasileira. (Momentos decisivos). Belo Horizonte, São Paulo: Ed. Itatiaia / Martins, 2000.

Carpeaux, Otto Maria. “Visão de Graciliano Ramos”. In: Brayner, Sônia (org.): Graciliano Ramos. Rio de Janeiro, Brasília: Civilização Brasileira, Instituto Nacional do Livro, 1977, p. 25-33.

Costa Lima, Luiz. Por que literatura. Petrópolis: Vozes, 1969.

Cristóvão, Fernando. Graciliano Ramos: estrutura e valores de um modo de narrar. Rio de Janeiro: José Olympio, 1986.

Facioli, Valentim. “Dettera: ilusão e verdade – Sobre a (im)propriedade em alguns narradores de Graciliano Ramos”. In: Revista do Instituto de Estudos Brasileiros, São Paulo, n. 35, p 43-68, 1993.

Freyre, Gilberto. “Casa-grande & senzala. Formação da família brasileira sob o regime da economia patriarcal”. In: Santiago, Silviano (org.): Intérpretes do Brasil. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, vol. 2, 2002, p. 121-646.

Frosch, Friedrich: Die Fährnis des Raumes. Erinnern und Wahrnehmung bei Graciliano Ramos. Viena: WUV Universitätsverlag, 1995.

Lafetá, João Luiz. “O mundo à revelia”. In: Ramos, Graciliano: São Bernardo. 59a. ed. Rio de Janeiro: Record, 1994, p. 192-217.

Rama, Ángel. La ciudad letrada. 2a ed. Hanover, NH: Ediciones del Norte, 2000.

Rama, Ángel. Transculturación narrativa en América Latina. 4a ed. México: Siglo XXI, 2004.

Ramos, Graciliano. São Bernardo. 59a ed. Rio de Janeiro: Record, 1994.

Romero, José Luis. Latinoamérica. Las ciudades y las ideas. 2a ed. Buenos Aires: Siglo XXI Argentina, 2004.

Rosenfeld, Anatol. “Graciliano Ramos como poeta da seca”. In: Letras e leituras. São Paulo, Campinas: Perspectiva, Edusp, Editora da Unicamp, 1994, p. 137-148.

Utéza, Francis. “Graciliano Ramos: la tragédie de São Bernardo”. In: Quadrant. Montpellier, n.8, p. 109-134, 1991.

Publicado
2021-07-21
Como Citar
VEJMELKA, M. A casa letrada: desejo de posse, desconfiança e escrita de Paulo Honório em São Bernardo. Veredas: Revista da Associação Internacional de Lusitanistas, n. 34, p. 114-133, 21 jul. 2021.
Seção
Artigos