Apresentação
Capa Veredas 36
PDF

Como Citar

FERNANDES, F. G.; GIMÉNEZ, D. Apresentação. Veredas: Revista da Associação Internacional de Lusitanistas, [S. l.], n. 36, p. 5–7, 2022. DOI: 10.24261/2183-816x0036. Disponível em: https://revistaveredas.org/index.php/ver/article/view/807. Acesso em: 23 fev. 2024.

Resumo

A relação entre literatura, história e pensamento remonta às origens da cultura ocidental. Aristóteles, na Poética, afirma que o poeta e o historiador não diferem por um escrever em verso e o outro em prosa, mas pelo fato do primeiro narrar o que poderia acontecer e o segundo o que aconteceu. Assim, para o filósofo do Liceu, a poesia é mais filosófica do que a história. Aquela procura o universal, esta, o particular. Essas afirmações foram contestadas ao longo do tempo e no decorrer de teorias e estéticas que questionaram os limites e as possibilidades quer da narração, quer do pensamento, quer da própria história. Como a narrativa lusófona enfrenta as questões levantadas por Georg Lukács, Walter Benjamin ou Adorno, se uma totalidade verossímil não é mais dada às formas?
O número 36 da revista Veredas convida os leitores a pensar como se entrelaçam literatura, pensamento e história nos confins do narrável, mediante uma série de textos que interrogam a própria possibilidade da literatura.

https://doi.org/10.24261/2183-816x0036
PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 Frederico Garcia Fernandes, Diego Giménez